Publicado por: cjabruno | março 10, 2012

Amigos, amigos sentimentos à parte?

Ultimamente diferentes situações me fizeram parar pra pensar em amizade e suas modernas variações: amizade colorida, amizade com benefícios e por aí vai… Além da temida frase: Vamos ser apenas amigos?

Bom eu sempre desacreditei de amizade colorida pelo simples fato de que eu nunca vi uma das partes não se envolver. Só termina bem em filme quando as partes envolvidas percebem que se apaixonaram e daí “felizes para sempre”.

Na simpática vida real, uma parte se envolve a outra mantém o acordo e a receita do desastre está pronta: acaba a amizade e o colorido. Na melhor das hipóteses fica a amizade, mas alguém sempre leva o rancinho para um próximo relacionamento.

Eu recentemente resolvi encarar a amizade colorida. Escolha espontânea de risco, mas  sempre dá aquele friozinho na barriga: Será que vou estragar tudo e sofrer desnecessariamente ou demasiadamente? Mas, na dúvida vamos torcendo por bons momentos e poucos danos…

Outra situação recente que aconteceu foi o: Vamos ser amigos? Nossa como dói ouvir essa frase de alguém que você ama tanto. O que aconteceu com o velho e bom: Nunca mais quero ver na minha frente?!!

Mas, acho que quando o sentimento é real por pior que seja a dor você acaba encarando, afinal a maior parte de uma relação é a amizade não é mesmo? Mas é bem ruim estar do outro lado da mesa ouvindo isso de alguém que você sabe que sente muito mais que amizade.

Não vou fazer a vítima, porque sei que já fui o algoz de algumas pessoas nessa vida, mas que droga é crescer e ter que ser adulto pra encarar essa situação e saber que vai doer muito, mas que você vai superar e eventualmente esquecer e quem sabe se quebrar de novo logo menos.

Há pouco tempo vi a entrevista da ex SNZ, filha da Baby e pastora aspirante (UFA) Sarah Sheeva e me pus a refletir em algumas coisas que ela falou… Saímos e entramos de relacionamentos como quem troca de roupa. Fazemos sexo sem pensar que trocamos mais que fluídos e vontades instantâneas e se tudo é mesmo  pra ser assim, porque depois sofremos e nos sentimos menos inteiros?

 Não tenho opinião formada ainda, mas talvez realmente não sejamos feitos para o troca-troca do amor, talvez seja uma forma bem errada de tentar achar a pessoa certa, mas sentar e esperar também parece bem ruim não é?

Por isso vamos pro campo… Tentamos, nos machucamos, nos amarguramos mais um pouco, nos fechamos e nos abrimos de novo eventualmente.

A moral da história é que você só é bom o suficiente para alguém quando sabe que não depende desse alguém pra nada e adora sua própria companhia.

Eu que não quero ser infeliz junto de alguém apenas por medo de ficar só como muita gente tem vivido.

Ser solteiro as vezes cansa, mas me sinto melhor assim do que mal acompanhado ou num relacionamento vazio ou pela metade. Seguimos tentando, as vezes esperando, as vezes quebrando a cabeça, diversificando amizades, ilustrando breves momentos… Ah, dá licença que eu tô colorindo!

Anúncios

Responses

  1. e meu email, skype, carta, sinal de fumaça nada né? ai q vontade de te abraçar… bjo amoreco


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: