Publicado por: cjabruno | março 1, 2011

O Fora Virtual #ClubeSolteirosTerminais


Hoje em dia quem não levou ainda, ou tá mentindo ou vai levar…

Eu já levei e nem faço rodeios para contar, até porque o blog está aqui pra isso. Normalmente eu provoco, prefiro resolver logo a questão pelo MSN do que ter um encontro frustrante para resumir em: Não dá, você é legal, mas queremos coisas diferentes… Ou qualquer coisa assim.

Recentemente lendo o caderno Equilíbrio da Folha de SP eu vi a matéria: Por Dentro do Fora e me deparei com histórias tão escabrosas que fazem o Cyber fora quase parecer fofo!!

Acontece que estamos nos tornando seres cada vez mais covardes emocionalmente e com a ajuda da internet achamos a ferramenta certa para evitar confronto com o próximo.

 

Eu mesmo lembro como era difícil terminar algo, mas acabei aprendendo uma vez que eu não queria ser rude e enfim ser vítima do meu próprio carma… Mas hoje em dia é assim então prepare-se

A matéria apresenta histórias fantásticas de foras que vieram escorados em doenças letais, troca de opção sexual, ou mesmo por SMS, sumiço e afins.

O mais clássico é você encontrar a pessoa alguns meses depois, praticamente casado com outra (o). Nem perca tempo se abalando ou mesmo fazendo flashback porque no final todas as desculpas se resumem a: Não quero ficar com você!

Mas o medo, a boçalidade, a infantilidade ou o temor de ser vilão nos transforma em seres piores quer terminam relações de forma superficial sem ao menos dar ao outro o direito de saber.

Dessa forma crescemos ou, melhor dizendo, envelhecemos ainda mais traumatizados e estigmatizados. A nova geração morre de medo de ficar ou estar só… Quantas pessoas você vê no cinema sozinha, ou num show ou mesmo num bar ou balada? E você, iria  qualquer desses lugares só?

Se a resposta for não, fica tranquilo, você é normal se consideramos a maioria como tal.

Se sua resposta foi sim… Opa legal, quem sabe não nos esbarramos dia desses e vivemos uma daquelas histórias de Hollywood!

Bom, não quero parecer amargo ou mesmo levantar bandeira… Não acho que tem certo ou errado aqui, afinal o mal do século chama-se relacionamento e não aquecimento global.

Mas enfim talvez precisamos aprender a cuidar bem de nós mesmos e dessa forma conseguiremos cuidar bem do próximo.

Então não tenha medo… Compre aquele ingresso, entre naquele restaurante, compre aquele roupa… Pra quem? Pra você mesmo!

Cuide bem de você (Prenez Soin de Vous). E depois? Quem sabe!

 

Anúncios

Responses

  1. Sábias palavras…

  2. “… histórias fantásticas de foras que vieram escorados em doenças letais, troca de opção sexual, ou mesmo por SMS, sumiço e afins”.
    Nossa, fiquei até curiosa pra ler essa matéria da Folha…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: